5 situações para se ter atenção na 3ª idade
26/07/2019
406

Para que você e sua família fiquem por dentro dos problemas bucais mais comuns desse período da vida, escrevemos este texto. Vale a pena compartilhar o assunto, todo cuidado com nossos avós, parentes e amigos que estão nesta fase é pouco.

1- Boca seca

A xerostomia, normalmente conhecida como boca seca, ocorre quando a produção de saliva diminui, seja por causa de medicamentos que os idosos costumam tomar, seja por motivo de tratamentos mais fortes (câncer, por exemplo) ou por simples falta do hábito de beber água ao longo do dia. Este desequilíbrio precisa ser evitado ou corrigido, afinal a saliva possui propriedades antibacterianas que fazem parte da defesa do corpo contra infecções.

2- Cáries

Uma pessoa idosa tem mais chance de sofrer com alterações bucais, como ter a gengiva mais retraída. Isso acaba deixando a raiz do dente mais exposta, o que aumenta a probabilidade de acontecer a ‘cárie de raiz’, o que compromete o dente e deixa a dentina mais hipersensível. A cárie não é saudável não só por questão da estrutura do dente, mas também porque dentes saudáveis são importantes para uma mastigação e deglutição eficazes, o que para a vida um idoso é essencial.

3- Cuidado com as próteses e implantes

Não é todo idoso que sabe fazer a manutenção correta das próteses ou implantes que possui. Isso acarreta em incômodos, doenças e má qualidade de vida. Para mantê-los em bom estado, é preciso visitar o dentista regularmente. Isso porque quem usa prótese ou implante tem que retornar à clínica após a colocação para certificar que está tudo dentro do esperado. Só o dentista é capaz de ver o que precisa ser feito em termos de limpeza frequente (a limpeza preventiva, aqui na clínica isso faz parte do Programa de Acompanhamento Preventivo da Terceira Idade) quanto de escovação ideal – para a pessoa saber no que ela precisa melhorar.

4- Lesões na boca

Fumo, álcool ou próteses (que não se adaptaram ao formato da boca) são fatores que aumentam o risco de lesões na mucosa bucal, como candidíases, leucoplasias ou câncer bucal. É importante que o idoso (ou o cuidador do idoso) verifique com frequência diária o estado da saúde bucal. Em boa iluminação, procure alterações na gengiva, língua, bochechas, céu da boca. Qualquer alteração deve ser verificada com o dentista, é melhor descobrir cedo o que é e tratar para melhorar logo, o quanto antes.

5- Inflamações na gengiva

As pessoas idosas que infelizmente sofrem com periodontite, se não tratarem, correm o risco de perderem o osso que dá suporte aos dentes, o que os deixa amolecidos. As doenças gengivais costumam ser reversíveis nos primeiros estágios, o que facilita o tratamento e evita que o idoso sofra tanto. Quanto mais cedo for o diagnóstico e o tratamento, melhor. Uma inflamação na gengiva pode parecer algo nocivo e bobo, mas é altamente perigoso para a saúde bucal e geral dos idosos – uma gengivite não tratada pode acarretar em doenças graves através de bactérias que podem atingir outros órgãos, a endocardite é um exemplo. Os idosos precisam ter dentes saudáveis não só por motivos de saúde da boca e do corpo, mas também da própria mente. Sempre que eles sorriem, eles mostram os dentes, o que afeta a confiança e autoestima deles se o sorriso não estiver bonito e saudável, é claro. Por isso aqui na Mr. Clean temos o PAP Terceira Idade, o Programa de Acompanhamento Preventivo que orienta todos que estão nesta fase da vida.

Nossa clínica tem experiência de mais de quinze anos não só com tratamentos estéticos voltados para a terceira idade, mas também os de cuidados e prevenção.

Desde a cirurgia de implante dentário, até o acompanhamento da rotina do paciente.

Para custo de implante e qualquer outro valor, marca uma avaliação com a gente.

Queremos te conhecer para, juntos, definirmos como vamos fazer você sorrir mais para a vida!

Fonte: https://odontologiaesaudebh.com.br/5-problemas-bucais-mais-comuns-na-terceira-idade/

 

 

Clínica Orthus - instituto boca e saúde
Ser referência de qualidade no atendimento ao ponto da subserviência ao cliente, satisfazendo suas necessidades ortodônticas/odontológicas com muito respeito à dignidade humana, com o desejo máximo de agradar, considerando-se sempre a saúde em primeiro lugar.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

MAIS VISTOS

Você sabe o que é AGENESIA DENTAL?

É a falta de um ou mais dentes na arcada dentária. Em alguns casos, a agenesia dental pode estar associada a certas...

10 dúvidas sobre o aparelho ortodôntico autoligado

Os aparelhos autoligados são aqueles que têm os arcos ortodônticos ligados aos braquetes diretamente, sem a...

Tratamento para dentes pequenos: qual é o mais indicado?

Você já olhou para alguém ou até para si mesmo e teve a impressão de que os dentes dessa pessoa são pequenos...

FAÇA UMA AVALIAÇÃO GRÁTIS

Deixe seu contato e nós entraremos em contato para agendar uma avaliação totalmente grátis

AVALIAÇÃO GRÁTIS

!
!
[CARREGANDO...]
ENTRAREMOS EM CONTATO
Para ganhar sua avaliação grátis, basta preencher corretamente seus dados e entraremos em contato.